roberto


quando os responsáveis encarnados anunciaram ter decidido avançar para, aquilo que eles próprios afirmaram, a contratação de um "guarda-redes de dimensão internacional" e que valesse ao benfica 10 a 15 pontos por temporada, fiquei curioso para ver quem seria esse tal atleta. pensei em alguns dos muitos que a imprensa anunciou, mas principalmente naqueles de que se ouvia falar nos corredores da Luz.
os brasileiros vítor ou bruno eram alguns dos favoritos, descartado que foi felipe que agora veio para braga.
o italiano amelia era outro daqueles que reunia simpatia por parte de quem deveria mandar, se bem que o grande favorito tivesse sido o argentino andújar que entretanto preferiu o catania. da argentina também se falou em romero e mais a norte, do méxico, poderia vir ochôa.
internamente falava-se em eduardo, que entretanto foi para génova, mas todos foram inviabilizados, por este ou aquele motivo, mas principalmente porque quase todos eles tinham preços considerados exorbitantes para as possibilidades encarnadas, nenhum deles custava menos de 4,5 milhões de euros, eduardo, e o mais caro, romero, rondava mesmo uns excessivos 6 milhões.
um dado era contudo incontornável: todos estes nomes possuíam valor indiscutível para jogar no benfica o que ficou provado com a presença de muitos deles no mundial da áfrica do sul, mas mais importante, estávamos perante guarda-redes experientes, com provas dadas e capazes de valer os tais 10 a 15 pontos por temporada.
causou por isso espanto a contratação do jovem roberto por uns obscenos 8,5 milhões de euros. em primeiro lugar por se tratar de um jovem sem provas dadas e que apenas fizera pouco mais que dezena e meia de jogos na primeira liga espanhola, ao serviço de uma humilde equipa, zaragoza, que apenas lutava para não descer. depois, porque estávamos perante um atleta que não conseguira "vingar" num atlético de madrid que até fora obrigado a recorrer a um outro jovem, de gea, para colmatar o seu problema na baliza.
analisando friamente a carreira, curta, de roberto em espanha, encontram-se analogias com outras contratações feitas pelo benfica para o mesmo posto. tal como roberto, também moreto havia tido uma época fantástica, no v. setúbal, mas chegado à luz não justificou nem provou tudo o que tinha feito nas margens do sado.
com júlio césar, se bem que pessoalmente nunca tivesse como aconteceu com moreto ficado muito impressionado com as suas exibições, ocorreu o mesmo: época razoável no belenenses, paixão "assolapada" de jorge jesus por ele, mas até agora nada de transcendente.
curiosamente também butt, que até conseguiu boas épocas no bayern e uma ida à áfrica do sul com a sua alemanha, não teve êxito na luz, mas disso não tem jj a culpa.
o que é certo é que roberto nem pode queixar-se de não ter o apoio do treinador já que, mesmo com falhanços atrás de falhanços e apesar de toda a insegurança revelada, continua a ser o escolhido por jorge jesus.
jorge jesus, que esta temporada até adoptou uma estratégia diferente da adoptada a temporada passada onde deu o mesmo tempo de jogo na pré-temporada a quim, moreto e moreira tendo vindo a optar por aquele que menos rendimento havia demonstrado nessa fase: quim.
este ano jorge jesus praticamente não deu oportunidades a moreira e a júlio césar, tendo optado quase sempre por roberto, que em bom rigor não provou ser superior aos seus colegas.
até agora, roberto não provou ter valor para ser o titular do benfica e muito menos para valer 8,5 milhões de euros e se continuar assim dificilmente irá continuar a ter o apoio do exigente 3º anel que aos poucos irá começando a perder a paciência.
um guarda-redes que custa o que roberto custou não pode falhar como roberto falhou, um guarda-redes que custa o que roberto custou não pode necessitar de tanto tempo para provar o seu valor, um guarda-redes que custa o que roberto custou tem que evitar os golos que os outros, os mais baratinhos, não conseguem evitar, por isso é que custou mais, porque deveria ser muito melhor, porque deveria fazer a diferença, porque deveria conquistar os tais 10 a 15 pontos necessários para provar que afinal os 8,5 milhões foram bem gastos, porque se sofre os mesmos golos que os mais baratinhos sofrem e por vezes nem consegue evitar os golos que os outros, os tais mais baratinhos até evitavam, então estamos perante um mau negócio.
quem custa o que roberto custou tem que provar mais e fazer melhor assim como casilas, buffon, van der saar, andújar, romero, gomes, reyna, cech, ochôa, vítor, júlio césar (o do inter) e até o proprio eduardo.
já se sabe que jorge jesus não cede a pressões vindas da bancada mas o que é certo é que o ambiente em torno de roberto começa a ser insuportável, até como forma de protecção, do jovem guarda-redes e do próprio investimento feito, jorge jesus deveria ceder e dar uma oportunidade a outro dos guarda-redes do benfica.
é público que jesus não morre de amores por moreira, aquele que psicologicamente e não só mais condições teria para agarrar o lugar sem tremideiras, sendo por isso júlio césar, que até é a verdadeira primeira escolha de jesus, o nome que poderá estar na linha para suceder a roberto. mas uma coisa é certa, jorge jesus terá que ceder, caso contrário corre o risco de ver o benfica perder pontos onde os deveria estar a ganhar e mais grave que isso, corre o risco de desunir o balneário e de ver a massa adepta começar a virar as costas à equipa e aí lá teria luís filipe veira que puxar dos galões e voltar a amparar-se em rui costa que desde a chegada de jesus parece ter perdido terreno no momento das grandes decisões.
contudo, se tal viesse a acontecer qual seria a posição de jj?
por certo tudo iria depender da forma como a temporada estiver a correr a villas boas...

Comentários

JKL disse…
Meu amigo,isto foi uma distribuição de euros,pelos bolsos de que tanto lutou por esta contratação!...
Alberto Mendes disse…
Até agora, de facto inexplicável, mesmo quando não se pode falar em verdadeiros frangos fica uma sensação de que havia mais alguma coisa a fazer. O gajo é uma tremideira aflitiva. Ao pé deste o Quim era um portento. E deixar escapar o Eduardo que custava metade, não se compreende, a não ser que tenham razão aquelas bocas dos interesses dos empresários e tal...
JMFeijão disse…
JC, numa análise desapaixonada de quem não é benfiquista mas de quem já andou por balizas (e tu também sabes dessa poda), olha para este jovem e fica com muitas dúvidas no que a um clube da dimensão do SLB se refere.
Os centrais não sabem com o que contam e isso é o princípio do descontrolo de uma equipa.
Muitos acham que o GR é o último jogador da equipa. Eu acho que é o primeiro! Se começam a tremer na baliza, treme tudo até ao ataque.
E concordo com a reflexão sobre Moreira e também acho que, neste momento o que menos treme e é agora que está a ficar no ponto para ser o #1.
Cumprimentos
Replica disse…
Hó Abreu .... Olha o meu!!!!

O Kadáfi dos pneus, está em grande!!!!!Á custa dos Lampiões.
ainda á bem pouco tempo andava de
fiat Mirafiori.....Grande Artista.

Mensagens populares