apagão mundial

para pensarmos no que andamos a fazer neste mundo, dia 28 de março pelas 20.30 vamos apagar as luzes.

Comentários

Luis Pereira disse…
Viva,
Antes de mais deixe-me dar-lhe os parabéns pelo seu blog. Relativamente a esta entrada, digo-lhe que a ideia de um apagão mundial seria muito mais nefasta, do que aquilo que realmente se pretende. O que acharia que aconteceria se de repente não houvesse consumo de energia no mundo? Para onde iria toda a energia eléctrica que esta a ser produzida e que de repente deixaria de ser utilizada? É preciso ter
A energia eléctrica não se pode armazenar e como tal toda a energia produzida tem que ser imediatamente consumida. Assim a energia que você está utilizar para visualizar este comentário foi produzida neste mesmo instante. Se de repente deixasse de haver consumos, a rede europeia que está interligada (e as restantes redes que não se encontram interligadas à europeia), entraria em colapso e surgiria um apagão. Assim as centrais deixariam de produzir energia e teriam de ser desligadas. Para a rede voltar ao funcionamento normal seriam necessárias semanas, e as centrais para serem colocadas novamente em serviço teriam consumos energéticos elevadíssimos (uma vez que em Portugal por exemplo grande parte das centrais são a carvão), e como tal essas ideias espectaculares de apagões mundiais para o mundo poder respirar são absolutamente ridículas, sem nexo algum, e que não atingem qualquer dos objectivos propostos tendo até o efeito oposto.
Existem melhores formas de melhorar o mundo, tal como a utilização de equipamentos eléctricos mais eficientes que reduzam a factura energética ou efectuar reciclagem diariamente.

Com os melhores cumprimentos

Luís Pereira (Engenheiro Electrotécnico)
agradeço o comentário, mas o apagão seria apenas de 1 minuto e apenas nas casas particulares. nada de boicotes fundamentalistas...
virgula disse…
É uma maneira que os despreocupados encontram pra ficar com a consciência tranquila. Depois ficam mais uns anos sem se preocuparem se estão a poupar energia ou não.
É como o "turismo humantitário". Vão passar umas feriazinhas a um local paradisiaco para ajudar as criancinhas com fome, e passam o resto da vida convencidos que fizeram deste mundo um sítio melhor.

Mensagens populares