lembrar jorge perestrelo

lembrei-me hoje do jorge perestrelo, o maior narrador português de sempre, quando estava entretido a ler uns quantos mails, poucos felizmente, que tenho recebido.
dizia-me o jorge numa das muitas conversas que com ele tive: "puto esta gentinha tem medo de tudo o que é diferente e dizem mal de quem o é apenas por não serem capazes de se destacar do rebanho. vivem mais felizes quando ofendem os que conseguem ser diferentes e não têm medo de o ser, por isso faz como eu, aceita as criticas de quem sabe criticar e aos outros manda-os foder e segue o teu caminho".
eu mando... e sigo...

Comentários

Rafael Oliveira disse…
A audácia, a verdade e a coragem das palavras desse grande senhor, fazem também parte de si, parabéns e obrigado, estou consigo meu caro, se não se importa também mando e sigo, abraço.
Anónimo disse…
O Sr. é mesmo um meio alternativo de menor importância, é uma ameaça à propriedade intelectual. Não pretendo de forma alguma criticar quem tão ardilosamente anda a comer do “tacho” Benfica que dá de comer a muita gente.
Faz parte dos princípios. Dos seus princípios.

Já tinha denotado que de facto o Sr. José Carlos Soares é realmente uma espécie que se destaca do rebanho, mas, pela negativa. «Os merdas deste país emigram, higienicamente auto-varrem-se daqui pra fora!...». Portanto, faça esse favor ao Benfica, e siga a sua estrada para bem longe.

Saudações Benfiquistas!

L.M
aNNóNNImo disse…
E já mandaste pró c###lho, o teu "amigo" Alô Génio Queirós?!
Analfabeto disse…
Só na passada semana aqui caí de pára-quedas e fiquei freguês. Tenho andado a ler os post antigos e respectivos comentários e, não deixa de ser curioso que tenho a sensação que o Zé tem muitas características em comum comigo. No caso do Zé, tudo se exponencía por estar directamente ligado ao maior clube do mundo, e sujeito às paixões e ódios que se alimentam do fenómeno "Benfica". Provavelmente, não serão poucas as vezes que se sente ET no planeta Terra, ou solitário no meio da multidão mas, pela minha experiência, é também isso que nos dá energia, carrega baterias e nos faz olhar os nossos filhos nos olhos e pensar: Sei que este empenho me pode prejudicar, sei que vou cometer erros mas prefiro que vocês (os filhos) me vejam como alguém que cometeu alguns erros prejudiciais, causados pelo empenho que as emoções empregam naquilo que faço e digo, do que como um lambe-botas que diz apenas o politicamente correcto, fazendo uma gestão de carreira vazia de valores e integridade.
Como os nossos filhos não utilizam os blogs para fazer comentários aos pais, não li por aqui nada que o possa preocupar. Mas deve meditar sobre algumas coisas que aqui são escritas e tirar conclusões, ilações e até ver exemplos de como não se devem dizer o que se pensa.
O que é realmente importante para o Zé não está exposto neste espaço, que alguns aproveitam para descarregar frustrações, invejas, etc, etc...mas essa também é uma das "missões" dos blogs.
Não sei muito bem porque estou a escrever isto, nem sei se faz sentido, mas faço-o provocado por um instinto que se identifica com uma forma de estar assente na frontalidade.
Quase que apostava que o Zé usa da mesma frontalidade nas emoções negativas que nas positivas e que não tem problemas em manifestar essas mesmas emoções...mas posso estar enganado.
E pronto, enquanto não me provarem o contrário vou continuar positivamente surpreendido com a sua postura como homem, profissional e, tendo em conta alguns posts anteriores, com a forma como lida com as emoções e inclusive com as criticas do bota-abaixo.
Espero que, tal como o Figo em campo - independentemente do momento de forma - o Zé mantenha um "desempenho" regular e sem paneleirices. Eu estou a contar com isso!
Excelente!!! frase muita sabia do grande Jorge Perestrelo. É muito facil seguir o rebanho o dificil é ter personalidade, ser diferente e original e ainda ter de aguentar com as invejas dos frustrados!!!
Um abraço.
Anónimo disse…
Bem te tentas colar a ele, mas não consegues. Baza para bem longe.
R.C.
Rui Magalhães disse…
O perestrelo era um senhor. Honra le seja feita.

Mensagens populares