noites pouco quentes

escrevo estas linhas sentado no terraço de casa dos meus pais nos olhos de água, no algarve onde hoje iniciei um curto período de cinco dias de férias. por trás de mim ecoam foguetes e cintilam luzes no céu celebrando-se com fogo de artifício o encerramento de uma coisa chamada festa da sardinha. pelo que percebi eram mais as sardinhas do que as pessoas e quase todas elas, as pessoas, vestiam casacos leves porque o calor é algo que não tem aparecido muito nas noites algarvias, nas noites e nos próprios dias já que uns tímidos 28 ou até mesmo 29 graus não chegam para aquecer os corpos da forma a que o verão costumava fazer.
o único calor de verdade aconteceu graças aos meus vizinhos de cima: um casal de alentejanos que vive e trabalha por aqui decidiu tirar o domingo para uma discussão das antigas que dura há mais de 4 horas. a coisa está quente de verdade, tão quente que o meu vizinho meteu a mala no carro e se foi embora...

Comentários

mário disse…
'...o verão tem dessas coisas quentes'
F.Leitão disse…
O melhor é ele arrefecer a cabeça......Sou de Leiria ( Pombal) e lagarto fervoroso. estávamos naquela mágica época de 1999/2000 ( ano do fim do jejum) e fui a leiria ver o Sporting. Faltavam 4 jornadas e se o Sporting ganhasse estava praticamente garantido o título. Fui para a Central do lado oposto á coberta.Estava na fila mais de cima, mesmo encostado ao pessoal que fazia o acompanhamento televisivo. Quem fazia esse acompanhamento?....O José Carlos Soares e desafio-o a lembrar-se de quem o acompanhava.( Ex jogador de futebol do Benfica) Quando o André Cruz marcou virei-me para traz pois vocês tinham um pequeno monitor que permitia ver as imagens de repetição. Inclusive Viravam um pouco esse monitor para vermos as imagens. No último minuto dos descontos o Sporting sofreu o golo do empate. Levava comigo um grande amigo portista que se virou para si, e apesar de a sua voz se manter séria e compenetrada, comemorou com o outro comentador e com o meu colega o golo do Leiria. Apesar de eu estar triste, pois o golo poderia ser uma machadada nas aspirações leoninas, não me esqueço daquele momento ....genuíno. Recorda-se??????
Anónimo disse…
Nem de propósito, ontem esteve uma noite bem quente na capital, mas de temperatura medida em graus centígrados e não em decibéis de discussões, que isso não tem nada de quente.
E o «calor da noite», com o dealbar do campeonato começa a fervilhar de árbitros...

Mensagens populares